Notícias da Cidade e Região




Espaço Encena acontece neste sábado com comédia francesa
“Os Intocáveis” será o filme exibido gratuitamente

Neste sábado, dia 31, acontece mais uma edição do Espaço Encena. Desta vez será apresentado o filme “Os Intocáveis”, uma comédia politicamente incorreta que pretende incitar a plateia. A apresentação é às 14 horas, no auditório do Hospital 22 de Outubro.
A comédia francesa, conta a história dos opostos Driss (Omar Sy), que é negro, pobre, inculto e agressivo, e Philippe (François Cluzet), que é branco, milionário, refinado e elegante. O primeiro dança como um rei da soul music, já o segundo é tetraplégico. Com um recurso bastante improvável do roteiro, Driss torna-se o assistente de Philippe. Através de um humor honesto sobre desigualdades (físicas e sociais), os personagens são construídos de maneira humana, tornando-os semelhantes e complementares.
Nas suas quase duas horas de duração, o longa explora todas as possíveis piadas de ordem religiosa, política e sexual, sem jamais se estender demais no texto ou nas montagens. Por essas e outras razões, Os Intocáveis foi considerado um dos filmes mais rentáveis da história do cinema francês, somando mais de R$ 360 milhões ao redor do mundo.
O Espaço Encena é uma iniciativa do Dr. Cleber Moraes e conta com o apoio do Hospital 22 de Outubro e o patrocínio do SICOVAMM. Para mais informações sobre as apresentações, curta a página no facebook (www.facebook.com/espacoencena).

AÇÃO PARA CONTER AVANÇO DA DENGUE GANHA ADESÃO DA COMUNIDADE

As operações de combate ao mosquito transmissor de dengue, empreendidas pela Vigilância Epidemiológica, serão intensificadas por ações coletivas definidas no encontro promovido nesta segunda-feira, dia 26, para conter o avanço do Aedes aegypti em Mogi Guaçu.

A reunião, que mobilizou representantes de vários segmentos e lideranças comunitárias e religiosas no auditório da FEAG (Federação das Entidades Assistenciais Guaçuanas), foi convocada pela Secretaria de Saúde em consequência do aumento de casos positivos no Município.

O encontro contou com a participação da diretora da Sucen (Superintendência do Controle de Endemias) na região de Campinas, Renata Caporalli Mayo, que apresentou uma explanação sobre dengue e os riscos que a doença oferece.

Segundo a dirigente, esta é a pior crise de dengue do estado de São Paulo, com registros de ocorrência de 32 mil casos positivos em Campinas, 3,2 mil em Americana e mais de 3 mil em Santa Bárbara D’Oeste, cidade de porte populacional equivalente ao de Mogi Guaçu.

Na reunião, representantes comunitários, incluindo padres e pastores evangélicos, receberam instruções e ficaram incumbidos de levar esclarecimentos às suas comunidades com o objetivo de que a população colabore eliminando possíveis criadouros de larvas.

Educadores e coordenadores escolares também aderiram à mobilização e realizarão ações com a participação de estudantes.

A Vigilância Epidemiológica está fornecendo cartilha, cartazes e até uma amostra de larva do mosquito Aedes aegypti conservada em frasco com álcool como material de apoio ao trabalho dos voluntários nas visitas aos moradores de suas comunidades.

SITUAÇÃO
De acordo com o mais recente relatório da Vigilância Epidemiológica, divulgado em entrevista coletiva na sexta-feira, dia 23, Mogi Guaçu chegou a 381 casos positivos desde janeiro deste ano, recebendo classificação de estado de emergência pelo Instituto Adolfo Lutz ao atingir o índice de 160 para cada 100 mil habitantes.

Na entrevista coletiva de sexta-feira, a secretária de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, esclareceu que não há registro de nenhum caso grave de dengue em Mogi Guaçu e que a tendência é de declínio nos indicadores soropositivos em decorrência da chegada do inverno.





VAGAS IMPACTO RH​                                                                                                                                                                                                                      AGUARDANDO VAGAS


VAGAS DE EMPREGOS​


VAGAS DISPONÍVEIS NO PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) DE MOGI GUAÇU

Vagas atualizadas até as 12h00 do dia 21/03/2014.

- OPERADOR DE MÁQUINAS

- COZINHEIRO GERAL

- LUBRIFICADOR INDUSTRIAL

- ATENDENTE TELEMARKETING ATIVO

- ATENDENTE DE LOJA

- AUXILIAR DE ESCRITA FISCAL

- AUXILIAR DE CONTABILIDADE

- OPERADOR DE CAIXA

- PADEIRO

- AUXILIAR DE PADEIRO

- GARÇOM DE BAR

- CHAPEIRO DE LANCHONETE

Para se candidatar às vagas, basta comparecer ao PAT, que fica à Avenida Jonh F. Kennedy, 270, no Jardim Centenário, das 08h00 às 16h00, munido de RG, CPF, Carteira de Trabalho e número do PIS. Telefone: 19 3841.7326




CAMPANHA DO AGASALHO VOLTA ÀS RUAS NO PRÓXIMO SÁBADO; POSTOS FIXOS CONTINUAM RECEBENDO DOAÇÕES

A coleta de doações para a Campanha do Agasalho, iniciada no último final de semana, terá prosseguimento no próximo sábado, dia 31, das 8h00 às 12h00.

Desta vez, serão alcançados todos os bairros localizados na margem esquerda do Rio Mogi Guaçu. No primeiro sábado, dia 24, foi coberta a região formada pelo Parque Cidade Nova, São Carlos, Centenário, Igaçaba, Bela Vista e Centro.

O resultado da coleta foi considerado satisfatório. A Campanha do Agasalho é promovida pelo Fundo Social de Solidariedade do Município, em conjunto com a Secretaria de Promoção Social e outros órgãos.

No primeiro final de semana, foram mobilizadas para o trabalho mais de 100 pessoas, entre as quais atiradores do Tiro de Guerra e membros de grupos de escoteiros.

A primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Município, Maria Amélia de Oliveira Caveanha, coordenou pessoalmente os trabalhos.

A campanha voltará às ruas em mais dois sábados. No dia 7 de junho abrangerá toda a região dos Ypês. No dia 14, a coleta será feita na região do Jardim Santa Terezinha, Jardim Novo, Suécia e Canaã.

POSTOS FIXOS
Caixas de papelão, fornecidas pelo Fundo Social do Estado, estão espalhadas por toda a cidade para o recebimento de doações da população.

As caixas estão distribuídas em todas as escolas e creches da rede municipal, escolas e faculdades particulares, Senai, Cegep, Feg, postos de saúde do Jardim Suécia, Jardim Santa Terezinha e Chácaras Alvorada.

Também estão disponíveis nas secretarias municipais de Promoção Social, Saúde, Serviços Municipais, Cultura, Segurança e de Educação, no Paço Municipal, Câmara Municipal, Proguaçu, Samae, Centro de Especialidades Médicas, Hospital Municipal.

Há caixas também no Centro Comunitário do Jardim Ypê II, no CREAS (Centro de Referência Especializada em Ação Social) e nas unidades do CRAS (Centro de Referência em Ação Social) Norte, Sul e Leste.

Por fim, caixas também estão disponíveis na Companhia e no 26º Batalhão da Polícia Militar, no Corpo de Bombeiros, Tiro de Guerra, igrejas, sedes de grupos de escoteiros, no McDonald’s e nos supermercados Big Bom e Ponto Novo.







ESCOLA “ANIRA FRANCO DE CAMPOS” PROMOVE SEGUNDA EDIÇÃO DA “AÇÃO SOLIDÁRIA”

A EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Professora Anira Franco de Campos” promove na próxima segunda-feira, dia 2, a segunda edição da “Ação Escola Solidária”. Aberto ao público, o evento terá palestras e oficinas sobre saúde, segurança e cuidados pessoais.

A programação se estende das 8h às 20h, com abordagem dos temas “Cuidados com o corpo”, “Alimentos necessários para o nosso corpo”, “Os cuidados no trânsito” e “Prevenção ao câncer de mama”, além das oficinas sobre “Cuidados com acidentes domésticos”, “Corte de cabelos e esmaltação” e “Judô e jiu-jitsu”.

Segundo a diretora Sandra Zamarian e a coordenadora Karen Mandaia, organizadoras do evento, estão confirmadas as participações de profissionais da Unimed e do Instituto de ensino São Francisco e agentes da Guarda Civil Municipal nas palestras, e do CEGEP (Centro Guaçuano de Educação Profissional) “Governador Mário Covas” e Instituto Embeleze nas oficinas.

As oficinas de jiu-jitsu e judô serão apresentadas pelos mestres Márcio Yudi Matsumori, que é professor de Educação Física na escola, e Antonio da Silva. Ambos são voluntários do projeto de escolinha de judô implantado pela Secretaria de Esportes e Turismo em janeiro deste ano no Centro Esportivo “Juscelino Kubitschek de Oliveira”, o Ceresc, na Vila São Carlos.

Situada no Jardim Esplanada, na zona Leste, a EMEF “Professora Anira Franco de Campos” tem 752 alunos em dois períodos. O projeto “Ação Escola Solidária” foi implantado em 2013 com o objetivo de promover maior interação com a comunidade.